sexta-feira , junho 23 2017

Atrativos turísticos para quem está de férias em Rondônia

Uma das opções é o passeio de caiaque no rio das Garças


Rondônia tem muito a oferecer aos turistas no coração da América do Sul. Esbanja, além de paisagens deslumbrantes, muitas opções culturais e gastronômicas. A sensação de conhecer um pouco da Floresta Amazônica é única e o contato com a natureza é indescritível.

O estado vem ganhando cada vez mais destaque para o turismo brasileiro, graças ao seu patrimônio cultural riquíssimo em costumes, folclore, festas religiosas e belezas naturais. Com hotéis de selva, parques-hotéis e hotéis-fazenda e culinária exótica à base de pescados, o estado preserva as influências históricas e se destaca com seus rios.

Chegando à capital, o turista encontra edificações históricas no centro da cidade – a exemplo do Mercado Cultural e o Museu da Memória Rondoniense (antigo Palácio Presidente Vargas) -, o maior teatro do Norte do Brasil, o Palácio das Artes, museus como o Memorial Rondon e Museu Internacional do Presépio. Imperdíveis passeios de barco no rio Madeira de onde se vê a colossal Usina de Santo Antônio e a ponte Rondon-Roosevelt.

Nos arredores da cidade, há vários balneários e as manifestações indígenas e folclóricas na região do Baixo-Madeira, com acesso por barco.

Em Porto Velho, o turista saboreia desde a culinária ribeirinha na Feira do Porto, aos finais de semana, passando pelos pescados tradicionais em vários restaurantes da orla do Madeira até a gastronomia internacional em redutos, como o boêmio bairro Caiari e outros pontos. O prato oficial de Porto Velho é o Pirarucu Rondon.

Para quem gosta de ecoturismo, em Rondônia o passeio é o ideal, com floresta tropical, cerrado, campos naturais, serras e pantanais, além de rios com belas cachoeiras, corredeiras e praias. O local é muito procurado por quem curte aventura e pesca esporte, oferece opções para a prática de rapel, escalada, parapente e canoagem.

Que tal percorrer os caminhos de Rondon – BR 364 e em uma viagem histórica conhecer o Portal da Amazônia Ocidental? Em Vilhena, cidade que tem a temperatura mais amena de toda a Amazônia, se principiam os caminhos de Marechal Rondon, herói da pátria que desbravou e deu nome ao estado. Na cidade há uma relíquia arquitetônica: a Casa de Rondon. Em Ji-Paraná, está o Museu das Comunicações, edificação onde funcionou o posto telegráfico da Comissão Rondon.

No mesmo polo, o turista pode visitar o Museu Regional de Arqueologia de Rondônia, em Presidente Médici ou se aventurar no Morro Chico Mendes e o vale das Cachoeiras, de Ouro Preto do Oeste.

Em outro polo, é imperdível o Encontro das Águas dos Rios Mamoré e Pacaás. Um dos principais atrativos da cidade de Guajará-Mirim é o Museu da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré que dispõe do acervo da ferrovia e uma das lendárias locomotivas. Ainda em Guajará, exuberantes parques naturais, gastronomia peculiar com influência boliviana e uma das maiores manifestações culturais do estado, o Duelo da Fronteira.

Já o Vale do Guaporé é um dos principais atrativos de Rondônia e abriga uma enorme variedade de ambientes ainda pouco impactados pela ação humana, apresenta grande diversidade de fauna e flora. Além dos peixes gigantes da Amazônia considerada Paraíso Ecológico, o Guaporé possui uma das mais antigas manifestações culturais, a procissão fluvial binacional do Divino Espírito Santo onde os romeiros navegam por todas as vilas e cidades ribeirinhas do Vale. Local bem estruturado com pousadas, barcos hotéis e o Iates-hotéis ancorado no rio Guaporé, na cidade de Pimenteiras do Oeste o turista pode apreciar a gastronomia e admirar as belezas únicas do vale que faz fronteira com o Parque Nacional Noel Kempl Mercado, o maior da Bolívia.

O santuário ecológico do Vale do Guaporé, conta com uma das maiores relíquias do Brasil: O Real Forte Príncipe da Beira, construído em 1776 para defender o País da ofensiva dos espanhóis.

Destino mais procurado pelos apreciadores da pesca esportiva atrai profissionais e amadores de várias regiões do País em busca dos mais diversificados tipos de peixes amazônicos.


 
Fonte:SECOM

Sobre Dario Bagalo

Leia também

Cientistas descobrem origem de ‘cachoeira de sangue’ na Antártida

Queda d’água ‘enferrujada’ vem de um reservatório de água líquida salgada, formado há mais de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *