sexta-feira , junho 23 2017
Reunião entre vereadores e sindicatos discutem situação dos servidores em Machadinho

MACHADINHO – Sindicatos e vereadores buscam solução para garantir direitos dos servidores

Na busca por uma solução no impasse criado com a tentativa da administração municipal em promover a alteração na estrutura administrativa da prefeitura, o Sindicato Municipal dos Servidores Públicos de Machadinho –  SINTRAM e o Sindicato dos Trabalhadores da Educação – SINTEMA reuniram-se com uma alguns vereadores para tratar de assuntos referente ao projeto de Lei nº 020/2017, de autoria do executivo. O projeto prevê a extinção de diversos cargos comissionados, porém cria um número maior de cargos e com muitos dos salários maiores que os anteriores.
Na reunião que aconteceu na terça-feira (23), o presidente do SINTRAM, Edson Casarão esclareceu aos edis algumas dúvidas quanto a possibilidade do impacto financeiro que o projeto pode gerar. Mesmo sob a alegação do executivo que não haverá impacto, o representante sindical afirma que a majoração salarial será real e prejudicial a saúde financeira do município, que já se encontra em grande dificuldade.
A presidente da Câmara Municipal, vereadora Dvani Martins Nunes, a Diva do Cuica informou que o legislativo pediu maiores esclarecimento ao executivo sobre o projeto e que o mesmo somente será colocado em votação após os devidos esclarecimentos.
Os vereadores se mostrou muito preocupada com a situação e se prontificaram a manter o diálogo com o objetivo de conciliar um entendimento entre o executivo e a classe trabalhadora. Foi proposto, no encontro, uma reunião com a administração a fim de se elaborar uma proposta que contemple o atendimento aos direitos da categoria.
O vereador Nilton Cezar afirmou que caso o projeto gere ao menos um centavo de impacto em folha, ele será contra a propositura. O vereador Baiano do Rodeio, que em primeiro momento já havia se colocado ao lado dos servidores, reiterou sua posição. Já a presidente Diva disse que entende ser necessária a reforma administrativa e se houver os ajustes necessários  o projeto poderá ser apreciado em plenário, desde que o prefeito conceda os benefícios aos servidores efetivos, autorizando a revisão salarial e concedendo os demais direitos adquiridos. Havendo dificuldade em fazer a revisão salarial neste momento, que o executivo ofereça de forma alternativa algum tipo de compensação aos servidores.

Casarão lembrou também da precária situação do prédio palácio do Ipê, onde funciona a prefeitura. A presidente da casa informou que está em processo de licitação a etapa final da construção da Câmara e que o prédio será cedido para o executivo.
Participaram da reunião os vereadores  Elizeu dos Santos Oliveira, O Baiano do Rodeio, Reginaldo Marques Silva, o Reginaldo do Esporte,Clemente Alves Batista, Nilton Cezar Tosta Xavier, o Professor Cezar, Messias Fernandes Gomes e Irondino Ricardino Correia, o Bizante do Ônibus. Também participou da reunião a presidente do Sindicatos dos Servidores da Educação (SINTEMA), Aparecida Alves.
O encontro foi considerado proveito tanto pelo SINTRAM, quanto pelo SINTEMA e pelos vereadores. Os representantes dos sindicatos consideraram louvável a participação dos vereadores nessa discussão, pois o tema agora está sendo tratado com a devida importância e os vereadores estão atuando com responsabilidade.
De acordo com o SINTRAM o projeto ensejaria na majoração da folha salarial do município. Segundo Casrão, o projeto seria bem vindo, se não fosse a situação financeira em que se encontra a prefeitura, com problemas para arcar com as folhas salariais e, segundo a equipe administrativa,não tem condições de conceder as reposições salariais, pagamento das progressões, insalubridade e demais direitos adquiridos pelos servidores.
Para os sindicatos a aprovação desse projeto, neste momento, seria uma afronta aos funcionários efetivos, pois acabaria com toda e qualquer possibilidade de receber seus benefícios adquiridos ao longo dos anos trabalhados. “É tirar de quem tem direito e que está contribuindo com os serviços públicos há vários anos para dar a alguns poucos privilegiados que estão chegando agora”, citou o presidente do SIINTRAM.

Os presidentes do SINTRAM e do SINTEMA convoca os servidores para prestigiaram as próximas sessões legislativas e acompanhar de.perto o andamento do projeto.


 

Fonte e foto: assessoria

Sobre Dario Bagalo

Leia também

Cinco passos como faturar o primeiro milhão em 2017

A cada ano que passa o e-commerce ganha mais relevância e autonomia no cenário brasileiro. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *